Vinho Casa Valduga Leopoldina Gran Chardonnay Branco 750ml
  • Vinho Casa Valduga Leopoldina Gran Chardonnay Branco 750ml
  • Vinho Casa Valduga Leopoldina Gran Chardonnay Branco 750ml
  • Vinho Casa Valduga Leopoldina Gran Chardonnay Branco 750ml

Vinho Casa Valduga Leopoldina Gran Chardonnay Branco 750ml

Sku: 3531

NCM: 2204.10.10

Categoria: SecoBrancoVinho

Marca: Casa Valduga

Quantidade Disponivel: 0 un

Produto Indisponível
Unidade: un
un
Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

O Premiado Vinho Casa Valduga Leopoldina Gran Chardonnay Branco Seco foi eleito o melhor Chardonnay pelo Concurso Francês Chardonnay du Monde. 

Em 1875, período Imperial, ano em que o 1º Valduga aporta em terras brasileiras, a monarquia batiza com nome de Leopoldina a via mais importante do que seria hoje o Vale dos Vinhedos. Localizada nesta via, a Casa Valduga homenageia todo o período de bravura dos primeiros imigrantes com a linha Leopoldina!

 
Informações do Produto

ANÁLISE SENSORIAL

Visão: Límpido, brilhante de coloração amarelo palha e reflexos esverdeados.
Olfato: Aroma fascinante e envolvente com intensas notas de frutas tropicais e maduras como abacaxi e carambola envolvidas por nuances de chocolate branco e baunilha. Este complexo aroma é cedido pela combinação de barricas francesas e romenas, conferindo complexidade e elegância.
Paladar: Na boca é volumoso e potente, revelando todo o seu vigor e caráter devido ao alto conteúdo natural do álcool em harmonia com a fina acidez. Na parte retronasal remete todo seu complexo olfativo de frutas maduras e notas finas elegantes da madeira. Possui longa persistência.

País: Brasil
Origem: Vale dos Vinhedos - RS
Vinícola: Casa Valduga
Safra: Conforme disponibilidade
Tipo: Vinho Branco Seco
Uvas: 100% Chardonnay
Graduação Alcoólica: 13,5%
Acidez Total: 7,12 g/l de ácido tartárico
Densidade: 0,993 
Extrato Seco: 26,3 g/l 
Açúcares totais em glicose: 2,45 g/l 
pH: 3,39
Volume: 750ml
Maturação: 10 meses - Carvalho Francês e Carvalho Romeno
Guarda: até 10 anos, desde que seja mantido em condições adequadas para a plena evolução.
Temperatura de Consumo: 8°C - 10 °C
Harmonização: Massas, carnes brancas, fondues, queijos médios e fortes.

Sistema de Produção: Espaldeira Simples
Densidade/ha: 4.000 plantas
Colheita: Manual e seletiva
 
VINIFICAÇÃO: Seleção final dos cachos; desengace das uvas frescas; maceração pré-fermentativa a frio por 10 horas; prensagem descontínua e delicada; prensa com atmosfera inerte; clarificação do mosto; uso de leveduras selecionadas Saccharomyces cerevisiae; fermentação alcoólica com temperatura de 14º a 16ºC; final da fermentação alcoólica em barricas; maturação sobre borras finas por 10 meses em barricas de carvalho de primeiro ano, provenientes de florestas da Romênia, com capacidade de 300l, com tostagem média e de barricas francesas tipo Borgonha de 228l e média  tostagem; estabilização tartárica; filtração; engarrafamento;
 
Premiações
Ouro Duplo | Vinus Argentina 2018 | Safra 2017
Bronze | IWSC - International Wine & Spirit Competition | Londres 2018 | Safra 2017
Ouro | Challenge International Du Vin | França 2018 | Safra 2017
Ouro | Citadelles du Vin | França 2018 | Safra 2017
Ouro | Concurso Catador | Chile 2018 | Safra 2017
Bronze | International Wine Challenge | Inglaterra 2018 | Safra 2017
Prata | Sélections Mondiales des Vins | Canada 2018 | Safra 2017
Ouro | Brazil Wine CHallenge 2018 | Safra 2017
92 Pontos | Decanter World Wine Awards | Londres 2018 | Safra 2017
Ouro | Cinve - Concurso Internacional Vinos y Espirituosos da Espanha | Espanha 2018 | Safra 2017
Ouro | Chardonnay du Monde | França 2018 | Safra 2017
Ouro | Bacchus | Espanha 2018 | Safra 2017
Prata | Decanter World Wine Awards | Londres 2017 | Safra 2015
Prata | Chardonnay Du Monde | França 2016 | Safra 2015
Ouro | Chardonnay Du Monde | Fraça 2015| Safra 2013
Melhor Vinho | Revista Gosto - Melhores do Ano | Brasil 2013 | Safra 2012
Melhor Vinho Branco | Revista Adega - TOP 100 | Brasil 2014 | Safra 2012
Gran Ouro | Concurso Mundial de Bruxelas | Brasil 2012 | Safra 2012
Ouro | Concurso Mundial de Bruxelas | Brasil 2014 | Safra 2012
Grande Ouro | Concurso Mundial de Bruxelas | Brasil 2013 | Safra 2011
Bronze | Challenge du Vin | França 2010| Safra 2009
Ouro | Mundus Vini | Alemanha 2011 | Safra 2009
Prata | Concurso Mundial de Bruxelas | Brasil 2010 | Safra 2009
Ouro | Concurso Internacional de Vinhos do Brasil | Brasil 2008| Safra 2008
Prata | Chardonnay du Monde | França 2009 | Safra 2008
Menção Honrosa | Vinitaly | Itália 2009| Safra 2008
Ouro | Challenge du Vin | França 2009 | Safra 2008
Prata | Vinalies Catad´Or América Latina | Chile 2009 | Safra 2008
Prata | Concurso Mundial de Bruxelas | Brasil 2009 | Safra 2008
Prata | Chardonnay du Monde | França 2004
 

História da Vinícola Casa Valduga

No final do século 19, em 1875 o primeiro imigrante da Famiglia Valduga desembarca no Brasil. Vindos da cidade de Rovereto, ao norte da Itália, cultivaram os primeiros parreirais no coração do que hoje é o Vale dos Vinhedos, dando assim início ao legado de um dos mais renomados nomes da vitivinicultura brasileira.

Passados 140 anos, quatro gerações depois, o patriarca Luiz Valduga, idealizou um grande sonho: Construir a melhor vinícola do Brasil. Com a ajuda de seus filhos, a tradição foi aliada às mais modernas técnicas para a produção de vinhos finos. Os investimentos em tecnologia cresceram e o reconhecimento tornou a Casa Valduga uma das vinícolas mais apreciadas do Brasil. Atual símbolo de excelência, a vinícola familiar continua comandada pelos irmãos Erielso, Juarez e João Valduga, que junto de seus filhos continuam a transmitir a paixão pelo vinho.

Para falar da Casa Valduga, é preciso vislumbrar seus principais valores: trabalho familiar e inovação constante. A criatividade faz parte dos genes Valduga, assim como a determinação e a força de vontade em fazer os sonhos se tornarem realidade. Desde o primeiro Valduga, que saiu da Itália e chegou a América, até a 3ª geração, que hoje administra a Casa Valduga, estes valores se mantém presentes e podem ser apreciados por quem mergulhar neste mundo encantador e cheio de histórias para contar.

Desde o início de sua trajetória, a Casa Valduga sempre primou pela qualidade. “Faça uma garrafa de vinho bem feita antes que duas ruins” já dizia o patriarca e fundador, Luiz Valduga, que junto com seus filhos, foi conquistando confiança e estabeleceu importantes parcerias, que possibilitam o crescimento no mercado e, acima de tudo, firmou relações pautadas pelo respeito recíproco.

A marca que já conquistou o Brasil, está presente em ais de 20 países, nos cinco continentes. Harmoniza tradição com tecnologia, e segue em busca de surpreender paladares de todo o mundo, com sabor e qualidade inigualáveis. A Casa Valduga coleciona mais de 300 prêmios em concursos nacionais e internacionais, e é prestigiada em países como França, Inglaterra, Espanha, Estados Unidos e Argentina.

Seguindo as tradições da região de Champagne, na França, a vinícola dedica especial atenção à elaboração dos seus espumantes. Para resultar em rótulos de altíssima qualidade, o processo de maturação acontece na cave subterrânea de espumantes da vinícola, considerada a maior da América Latina, que possui capacidade para mais de seis milhões de garrafas. Entre as estrelas do portfólio, dois rótulos são mundialmente reconhecidos: o Brut 130, ícone da marca, e o Maria Valduga, consagrado como a jóia do espumante brasileiro.

A vinícola Casa Valduga dedica especial atenção à elaboração dos espumantes e foi uma das primeiras vinícolas brasileiras a dominar e desenvolver o método champenoise de vinificação. Hoje possui a maior adega de espumantes da América Latina e investe em produtos com padrão de excelência já reconhecidos internacionalmente. Os tintos de guarda amadurecem em barris de carvalho franceses e americanos e no final do período passam para a cave apropriada, adquirindo um fino bouquet. Já os brancos repousam em tanques de aço inox durante curto período, para que mantenham os seus aromas primários e possam ser consumidos ainda jovens. A Casa Valduga também construiu o primeiro Complexo Enoturístico do Brasil e hoje é uma das maiores atrações do Vale dos Vinhedos, no município de Bento Gonçalves, a 120 quilômetros de Porto Alegre. Ao lado da Vinícola, instalou restaurantes e aconchegantes pousadas, com vista para os parreirais. Um lugar cercado de montanhas, a 671 metros de altitude e que guarda o encanto da cultura do vinho.

Linhas de produtos: Espumantes (com as marcas Maria Valduga, 130, Gran, RSV, Arte Tradicional, Naturelle, Kosher e Sur Lie), Vinhos (com as marcas Luiz Valduga, Villa-Lobos, Identidade, Mundvs, Origem, Naturelle, Storia, Leopoldina, Raízes, Terroir e Terroir Exclusivo), Brandies, Grappas e Licorosos.

Sustentabilidade e Tecnologia: A uva é o coração da Casa Valduga. Sem grandes frutos, nada do que saboreamos hoje, seria possível. A vinícola investe fortemente em tecnologia, pesquisa e monitoramento dos parreirais para garantir frutos com alto padrão de qualidade. As uvas provêm dos melhores terroirs do Rio Grande do Sul. Porém, frutos perfeitos e sadios não são o suficiente, o respeito e a atenção com a terra e com a própria natureza são fundamentais para os melhores rótulos. Por isso, a Casa Valduga utiliza unicamente materiais agroquímicos que estão devidamente regulamentados dentro das normas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura, priorizando os fornecedores que trabalham com o mesmo respeito e seriedade.

Há mais de um século cultivando terroirs de excelência no Rio Grande do Sul, a Casa Valduga tornou-se referência na elaboração de vinhos finos e espumantes no Brasil. O resultado são rótulos premiados em todo o mundo, fruto de dedicação, pesquisas, comprometimento e alta tecnologia utilizada pela vinícola.

Filosofia: “Antes de fazer duas garrafas de vinho, faça uma, mas bem feita.” (Luiz Valduga)

 

Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!

Fale Conosco
×