Suco de Uva Garibaldi Da Casa Orgânico 1 Lt
  • Suco de Uva Garibaldi Da Casa Orgânico 1 Lt

Suco de Uva Garibaldi Da Casa Orgânico 1 Lt

Sku: 4142

NCM: 2204.10.10

Categoria: OrgânicoSucos de Uva

Marca: Garibaldi

Quantidade Disponivel: 120 un

Unidade: un
un

Por R$ 20,50

à vista R$ 19,07 economize 7% no Depósito Bancário

Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

O Suco de Uva Garibaldi Da Casa Orgânico possui coloração vermelho violáceo intenso, aromas frutados típicos das variedades de uva, e no paladar conserva o sabor natural da fruta. Combina com alimentos em geral, acompanhando bem todas as refeições.

Para a produção deste suco é utilizada somente uvas orgânicas, em que a adubação do parreiral consiste basicamente na utilização de produtos orgânicos como fosfatos naturais e adubação verde, o manejo do solo é controlado sem a utilização de agrotóxicos, apenas com a enxada, resgatando a cultura trazida pelos primeiros imigrantes italianos. Um prodduto com maior valor nutritivo, aromas e sabores mais pronunciados, e com a qualidade da Vinícola Garibaldi.

Informações do Produto

ANÁLISE SENSORIAL

Visual: Coloração vermelho violáceo intenso.
Olfato: Aromas frutados típicos das variedades de uva.
Paladar: Conserva o sabor natural da fruta.

País: Brasil
Origem: Serra Gaúcha - RS
Vinícola: Garibaldi
Safra: Não Safrado
Tipo:Suco de Uva Tinto Integral Orgânico
Uvas:Bordô, Isabel e Concord
Graduação Alcoólica: 0%
Acidez total – 8,1 g/L
Açúcar – 140,0 g/L
Volume: 1 litro
Temperatura de Consumo: 5ºC
Harmonização: Combina com alimentos em geral, acompanhando bem todas as refeições.

Elaboração:Obtido através da tecnologia de termomaceração. O suco resultante passa por pasteurização e envase imediato.  

 

Cooperativa Vinícola Garibaldi

A Vinícola Garibaldi está situada na cidade de Garibaldi (120Km de Porto Alegre) no coração da Serra Gaúcha - maior região vitivinícola do Brasil  -, apresenta índices de crescimento superiores aos da média nacional. Resultado de uma história de investimentos, de profissionalização, de união e de uma trajetória que carrega em sua bagagem o trabalho e a vida de milhares de pessoas. Com um quadro de 400 famílias associadas, investimos permanentemente em manutenção e melhoria dos processos produtivos e na qualidade dos produtos. Com uma área de 32 mil metros quadrados de construção e capacidade de processamento que ultrapassa os 20 milhões de quilos, utilizamos tecnologia e equipamentos europeus para a elaboração de nossos vinhos e espumantes. Uma identidade marcante, personalidade e características próprias, aliadas ao terroir da Serra Gaúcha, fez com que nossos espumantes acumulassem uma série de premiações em concursos no Brasil e no exterior. Além disso, atingimos o reconhecimento do consumidor pelo ótimo padrão de qualidade, e figuramos na lista das cinco maiores produtoras de espumantes do país, além de elaboramos atualmente um dos 100 melhores vinhos do mundo. 

O presidente da Vinícola, Oscar Ló, sempre destacou que este desempenho é o resultado do trabalho, de investimentos e da permanente qualificação de toda a cadeia produtiva. “Trabalhamos próximo ao produtor de uva, valorizando ao máximo a importância da matéria-prima para o resultado final de nossos produtos”. Ainda na videira e logo após chegar à cantina, as uvas que serão utilizadas para a elaboração dos vinhos e espumantes passam por um rigoroso controle de sanidade, sendo que o ponto de maturação é determinado de acordo com o produto desejado. Enfatizo que a atenção a esta etapa garante o equilíbrio necessário entre açúcar e acidez. O processo de elaboração dos nossos espumantes é baseado em tecnologias francesas, sendo que os insumos utilizados são devidamente selecionados, favorecendo a obtenção de características próprias para o produto. Além disso, a utilização de um dos processos mais modernos do mundo faz com que o sistema de filtração e estabilização seja outro ponto forte dos espumantes da Garibaldi.

Garibaldi é a vinícola brasileira mais premiada em 2018

A Cooperativa Vinícola Garibaldi chega ao final de 2018 com seu nome lembrado por especialistas dos quatro cantos do planeta – isso porque a marca se consagra como a brasileira mais premiada no período, somando 86 títulos conquistados em países como Argentina, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Inglaterra, Itália e outros. O quadro de medalhas é resultado do posicionamento mantido pela marca nos últimos anos, baseado em qualidade do início ao fim dos processos – desde a orientação junto às famílias associadas para entregarem uvas de excelência, até os minuciosos cuidados de vinificação e envase no parque fabril. “No decorrer de quase nove décadas, fica nítido que a Cooperativa Vinícola Garibaldi é uma grande família em busca de resultados por meio de união, trabalho sério, respeito às tradições e incremento de soluções tecnológicas para extrair o que há de melhor na cultura milenar da uva e do vinho. Por isso, os 86 títulos recebidos em 2018 não são apenas números, mas o reconhecimento de que estamos no caminho certo para que a marca seja referência na produção de espumantes e ganhe cada vez mais o gosto dos consumidores”, avalia o presidente Oscar Ló. Para atender à demanda do mercado, somente neste ano a vinícola investiu R$ 7,5 milhões em melhorias na estrutura do parque fabril – permitindo aumentar a capacidade produtiva em cerca de 20%. A expansão nas vendas também apresenta número animadores: a Cooperativa cresceu 12,5% no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano de 2017. Só em vendas de espumante (carro-chefe da marca), a ascensão foi de 50%, enquanto a média geral do segmento ficou em 13,5%.

Na vitrine para os turistas

O nome Cooperativa Vinícola Garibaldi atrai cada vez mais brasileiros e estrangeiros à Serra gaúcha – tanto que o complexo enoturístico recebeu mais de110 mil pessoas até novembro deste ano, ultrapassando o total recebido em 2017. A expectativa é encerrar o período com aumento de 13% no fluxo de turistas, somando 125 mil pessoas e faturamento ultrapassando os R$ 4,2 milhões somente com o turismo.

  Nós acreditamos no futuro das próximas gerações

Produzir o melhor com respeito ao ecossistema e alinhado com a demanda de consumo, esta parece ser a grande equação da produção moderna a ser resolvida pelos mais variados setores. Na Cooperativa Vinícola Garibaldi o ponto de equilíbrio encontrou força em sua tradicional relação com a terra e associados, estando diretamente relacionado ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, desta forma utilizando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro, garantindo o desenvolvimento sustentável da cooperativa.

É importante frisar que, paralelo à sua produção, a Garibaldi pratica os três pilares estratégicos das práticas sustentáveis:

1 – Somos Ecologicamente corretos:

- Nossos processos obedecem às normas do MAPA, ao utilizar todos os insumos de forma consciente e operar com um sistema produtivo totalmente adequado às diretrizes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
- Utilizamos a água de forma correta e consciente, pois acreditamos que a água é um bem que não se renova; desta forma, a reaproveitamos em alguns processos e nas demais situações a aplicamos de forma racional, sem desperdícios.
- Oferecemos produtos orgânicos inspecionados e certificados, considerando que a natureza é nossa aliada, a observamos e aprendemos com ela, respeitando seu tempo e suas limitações, desta forma acreditamos na proposta de produzir economicamente em paralelo ao equilíbrio com o meio ambiente, sem utilização de agrotóxicos ou qualquer outro insumo de origem química e assim resgatando parte da cultura imposta pelos primeiros imigrantes italianos no estado. Nossos produtos levam o selo de conformidade da ECOCERT e do Ministério da Agricultura.
- Utilizamos garrafas mais leves no processo gerando um menor consumo de energia, garrafas ecológicas, que chegam a pesar até 22% a menos que uma garrafa comum, desta forma geramos menos material e ocupamos menos energia nos processos e transporte.
- Usamos materiais reciclados e recicláveis em nossas embalagens.
- Utilizamos o gás natural como fonte de energia, assim respeitando o meio ambiente e as gerações futuras, somos a primeira vinícola do Brasil a utilizar o gás natural nos processos, levando em conta que o mesmo pode ser chamado de energia limpa, pois não agride o meio ambiente.
- Maior neutralização do SO2 no processo de desulfitação, com equipamentos de alta tecnologia e precisão que tornam o processo mais eficaz.
- Efetivos na logística, neutralizando parte do CO2 nos transportes, na redução de peso da carga e frota com tecnologia moderna que reduz a emissão de gases poluentes.

2 – Socialmente Justos:

- Associativismo: apostamos no capital humano como elemento estratégico na capacitação de conhecimentos baseados na educação e experiência dentro da agricultura familiar, voltada aos pequenos produtores.
- Remuneramos mais e melhor os cooperados, fortalecendo e estimulando a produção agrícola com a Vitivinicultura como foco principal da atividade econômica.
- Bonificamos produtores de orgânicos, valorizando a preservação ambiental, através de incentivos na produção sem uso de agrotóxicos, aumentando renda e estimulando para uma melhor qualidade de vida do produtor rural.
- Assistência técnica à disposição do produtor, com uma equipe de agrônomos acompanhando o trabalho de campo durante todo o ano.
- Gerando emprego e renda na produção e comercialização dos produtos.

3 – Economicamente Viável:

- Investindo em tecnologia e capacitação, buscando a excelência na produção e a qualificação de seus colaboradores.
- Ampliando o market share em itens com foco de atuação de mercado, acompanhando as novidades e tendência no mercado da uva e do vinho.
- Pelo reconhecimento da marca e qualidade dos produtos através de premiações no Brasil e no mundo.

4 - Culturalmente Diverso:

- Acolhemos pessoas de diferentes costumes, credos, e etnias, integrando e respeitando cada cultura de forma harmônica, prezando pela qualidade de vida em prol do desenvolvimento sustentável.

Orgânicos: Da Casa

O agricultor orgânico considera a natureza sua aliada, amiga, observa-a, e está sempre aprendendo com ela, respeita seu tempo, suas limitações de solo, água, clima, etc. Percebe as inter-relações que existem entre todos os elementos que compõem o meio ambiente. Enfrentando as dificuldades impostas pelos limites naturais e éticos em relação a esse processo de produção, este agricultor, com satisfação e acreditando na proposta, procura produzir economicamente, mas acompanhando e respeitando o ritmo da natureza, atuando e procurando encontrar um máximo de equilíbrio com a mesma. Na produção da uva orgânica, a adubação do parreiral consiste basicamente na utilização de produtos orgânicos como fosfatos naturais e adubação verde, o manejo do solo é controlado sem a utilização de agrotóxicos, apenas com a enxada, resgatando a cultura trazida pelos primeiros imigrantes italianos.

Os adubos químicos também são proibidos, já que acabam entrando nas vinhas através da raiz. Isso também impede o esgotamento do solo. Todo o material aplicado é de origem orgânica, de preferência reutilizando materiais encontrados ao redor da região de cultivo, do mesmo ambiente. Na vinícola também não se utilizam produtos químicos nos processos.

O trabalho da certificadora: (ECOCERT)

- Visitas periódicas de um inspetor no local de produção;
- Avaliação do relatório de inspeção por um conselho formado por agricultores, processadores, acadêmicos, técnicos e representantes de consumidores;
- Análise residual para verificar o nível de pureza do produto;
- Aprovação da unidade de produção, dentro dos padrões de qualidade orgânica.

Por que consumir produtos orgânicos?

- Evita problemas de saúde causados por ingestão de substâncias tóxicas.
- Contém um maior valor nutritivo.
- Aromas e sabores são mais pronunciados.
- Previne futuras contaminações de origem química, causadas no método convencional.
- Evita a erosão do solo.
- Evita a contaminação da água, prevenindo-a de compostos químicos.
- Restaura a biodiversidade, favorecendo a flora e a fauna.
- Auxilia na vida dos produtores, aliando-os à terra.
- Economiza energia, pois não se beneficia de compostos químicos.
- O produto é garantido e certificado.

 Projeto Orgânicos

O projeto iniciou em 2000, através de um convênio entre a prefeitura e o centro ecológico de Ipê. No início, foram três associados da cooperativa com uma produção de 3000 garrafas de vinho de mesa em 2001 e o lote foi todo comercializado no varejo da cooperativa. No ano de 2002 a produção passou a ser de 30 mil garrafas e começou a ser comercializado em grandes redes varejistas do Brasil. Em 2003 surge o regimento que regula o sistema orgânico de produção (lei n° 10831/2003). Em 2005, por exigência dos clientes e consumidores, aderimos ao selo de conformidade da EcoCert, e com ele o nascimento de novos produtos na linha, sendo o Suco em 2005, o Vinho Branco e o espumante doce em 2006; em 2007 uma parceria com uma vinícola da Argentina, proporcionou a oportunidade de aderir ao portfólio os vinhos finos de Malbec e em 2008 o Cabernet Sauvignon. Hoje a cooperativa consta com 60 produtores certificados e uma produção de 1.000.000 kg de uva. E dispõe dos seguintes ítens no portfólio:

Vinho de mesa tinto e Suco de uva:  todos levam a marca Da Casa, o selo de conformidade do Ministério da Agricultura, Selo da Agricultura Familiar e Selo de Certificação Orgânica, conferido pela empresa ECOCERT BRASIL.

 

Missão da Cooperativa Vinícola Garibaldi:  “Gerar valor à cooperativa de forma sustentável, proporcionando experiências marcantes em espumantes, vinhos e sucos”.

Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!

Fale Conosco
×