Vinho Peterlongo Armando Memória Chardonnay 750ml
  • Vinho Peterlongo Armando Memória Chardonnay 750ml
  • Vinho Peterlongo Armando Memória Chardonnay 750ml

Vinho Peterlongo Armando Memória Chardonnay 750ml

Sku: 4047

Categoria: SecoBrancoVinho

Marca: Peterlongo

Quantidade Disponivel: 120 un

Prazo de Produção: 1 dia útil

Lançamento
Unidade: un
un

Por R$ 61,00

à vista R$ 56,73 economize 7% no Depósito Bancário

Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

O Vinho Peterlongo Armando Memória Chardonnay é um varietal Premium elaborado com uvas de vinhedos próprios da Peterlongo, em Encruzilhada do Sul, com produção limitada de 2.100 garrafas. 

Informações do Produto

ANÁLISE SENSORIAL
Visual:  Límpido, brilhante de coloração amarelo esverdeado com reflexos dourados.
Olfato:  Aroma intenso de frutas tropicais e maduras como abacaxi e pera, envolvidas com as notas de baunilha e chocolate branco.
Paladar:  Em boca apresenta um bom volume e frescor revelando as notas da barrica de carvalho francês. No retrogosto remete todo seu complexo olfativo de frutas maduras e baunilha, com uma boa persistência.

País: Brasil
Origem: Encruzilhada do Sul - RS
Vinícola: Peterlongo
Tipo: Vinho Branco Seco Fino
Uvas: Chardonnay
Graduação Alcoólica: 11,5%
Volume: 750ml
Maturação em carvalho: 6 meses em barricas de carvalho francês
Expectativa de guarda: 3 anos
Temperatura de Consumo: 6ºC - 8ºC
Harmonização: Bruschettas, queijos de pasta branda, frangos, risotos e massas com tempero suave.

Vinhedos: Localizados na Serra do Sudeste. 

Método de elaboração: O processo de vinificação das uvas uvas começa pela seleção cuidadosa dos cachos, através de mesa selecionadora de grãos e que posteriormente são enviados para prensa onde acontecerá simultaneamente a maceração e a extração do mosto flor .O mosto é enviado para os tanques de aço inox e inicia-se a fermentação alcóolica com temperaturas controladas em torno de 15ºC e leveduras selecionadas, sendo que a finalização da fermentação alcóolica ocorre nas barricas de carvalho francês, onde o vinho inicia o processo de maturação e adquire complexidade aromática. O vinho permanece em barricas por 6 meses. Após, o vinho é estabilizado, filtrado e engarrafado  e ficará envelhecendo por aproximadamente 2 meses, até adquirir a complexidade e excelência esperadas para os vinhos da linha Armando Memória.

 

A Vinícola Peterlongo

Desde sua fundação, em 1915, a Peterlongo preocupou-se, não apenas em manter o mesmo método de elaboração do champagne usado pelos franceses, mas também com as condições de produção e armazenagem da bebida. A construção segue os padrões da região de Champagne, na França e suas instalações incluem uma residência em forma de castelo e uma cave subterrânea de 10 mil m².

Toda em pedra basalto, a cave baseada nos moldes franceses, mantém a constante temperatura das garrafas em todas as estações do ano. Com o decorrer dos anos a cave foi sendo ampliada para poder acompanhar o crescimento da produção de champagnes da Peterlongo. 

A Vinícola Peterlongo está localizada na Serra Gaúcha, na cidade de Garibaldi, conhecida como a Capital Nacional do Chamapnha. Suas instalações e a qualidade das bebidas que produz atraem visitantes do Brasil inteiro e também do exterior. Todos ávidos por conhecer e degustar o primeiro e único champagne do Brasil.

Com mais de 100 anos de tradição, a Vinícola Peterlongo convida você a conhecer a nossa história e produtos, com reconhecida qualidade internacional.

 

Vinhos

Resultado de uvas especialmente selecionadas para elaboração da bebida, apresenta opções que harmonizam perfeitamente com cada momento, com ampla variedade de linhas que vai desde vinhos de mesa até vinhos finos.

O clima tem influência direta no processo de amadurecimento das uvas. Em regiões em que o clima frio predomina, é mais provável que a produção de uvas brancas seja mais comum, afinal, elas têm uma tendência maior de adaptação às baixas temperaturas. Nesse caso, o sabor da bebida será mais refrescante com uma acidez mais elevada e, consequentemente, com menor teor alcóolico. Já nas regiões de clima quente, são os tintos que predominam. Sua acidez é mais moderada e o teor alcoólico é maior se comparado aos vinhos produzidos com uvas brancas.

Como o clima influencia no sabor do vinho

Além da luz solar e do calor, a produção da videira também é influenciada pelo volume de chuvas durante todo o ano. Grandes quantidades de precipitação no período de colheita podem prejudicar a qualidade da fruta, fazendo com que os níveis de açúcar sejam menores e o risco de fungos seja maior. A variação de temperatura entre o dia e a noite é um dos grandes diferenciais para a região do cultivo da uva. O calor durante o dia auxilia no amadurecimento correto da fruta, enquanto o frio no período noturno permite que a videira descanse, retendo maior acidez e frescor nas uvas. Isso faz com que produtores de regiões mais quentes busquem terrenos de altitude, onde as noites são mais frias, conseguindo um equilíbrio entre as temperaturas. Como o homem ainda não possui controle sobre as mudanças climáticas, e os produtores estão sujeitos a condições de clima diferentes de um ano para outro, o vinicultor combina uma safra com outra ou variedades diferentes de uvas para manter a qualidade da bebida. Esse processo é chamado de blending.

O que é o tanino?

O tanino é um tipo de polifenol produzido pela planta que pode ser encontrado em quantidades significativas nas sementes e na casca da uva.O mesmo é produzido como um sistema de proteção com a intenção de ter uma forte sensação de amargor, evitando que a planta seja comida antes do amadurecimento. Conforme a fruta amadurece, com a semente pronta para germinar, o tanino vai se tornando menos amargo, deixando a fruta mais palatável. Mas sua presença não se restringe apenas ao fruto, aparece em grandes quantidades em troncos de árvores e raízes, por isso barris de carvalho também contém grandes quantidades de tanino em sua composição.

O tanino e o sabor de um vinho

O tanino é uma característica mais marcante em vinhos tintos. Quando um vinho tinto é jovem ele tem a tendência a ter uma sensação maior de adstringência. Conforme este vinho envelhece, ocorre o “amadurecimento” destes taninos fazendo com que o vinho fique cada vez menos adstringente. Os efeitos desejáveis do tanino é que ele serve para dar corpo e complexidade ao vinho. Além disso, tem uma forte relação com a nossa saúde, tendo efeitos positivos na redução de colesterol e no retardamento do envelhecimento celular.

Desde os primeiros registros históricos, o vinho sempre foi cercado de lendas, mistérios e curiosidades. Sua presença em importantes acontecimentos e períodos da história antiga da humanidade deu a bebida um simbolismo místico. Até mesmo em diferentes religiões, como a católica e na mitologia grega, a bebida tem seu reconhecimento por fazer parte da evolução do homem. Mais do que acompanhar os grandes banquetes em reinos no continente europeu,durante a Idade Média, na cultura ocidental o vinho foi protegido e perpetuado por Baco, versão romana do deus grego Dionísio. Para uns, símbolo de requinte e status, para outros, sinônimo de diversão e prazer, o vinho possui situações curiosas particulares que podem mudar seu ponto de vista e fazer você ver uma simples garrafa da bebida com outros olhos.

Para você não ter surpresas ao escolher um vinho, opte por um Peterlongo. Nossos rótulos garantem a você toda a qualidade e sabor de um vinho tradicional e original produzido dentro de processos rigorosos, oferecendo a melhor experiência para brindar aquele momento especial. Se você aprecia rótulos mais jovens fica a nossa indicação para a linha Terras, com vinhos joviais e aromas frutados. Se preferes vinhos com potencial de guarda indicamos a linha Armando Memórias que apresenta aromas mais complexos e taninos mais aveludados provenientes de vinhos envelhecidos pelo carvalho francês.

Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!

Fale Conosco
×